Fale Conosco

Não acreditei quando soube que o vereador Renato Martins havia denunciado suposto desvio de recursos no Zona Azul. Não sou São Tomé , mas ainda gostaria de ouvir do prórpio para acreditar que ele tenha a cara de pau de denunciar alguma coisa, vindo de onde veio. Do lixo.

Talvez pelo fato de na gestão Girassol ter, supostamente, tido desvio de recursos no caixa da Zona Azul, tenha Renato passado óleo de peroba na cara e subido na Tribuna da Câmara para insinuar que o esquema, supostamente, continua.

Renato veio, para quem não sabe, da EMLUR, e é o amiguinho do irmão do governador, Coriolano Coutinho, acusado pelo MP de ter fraudado licitações por lá, inclusive a que incrivelmente um gari que ganhava 600 reais venceu um pregão de 600 mil.

Se Renato Martins não tem histórico de prestação de serviços a comunidade que justifique sua ascenção meteórica ao mandato de vereador, logo qualquer bestinha pode concluir que só foi eleito pela força da máquina operada por Coriolano em seu favor.

Plantado e adubado na boca do lixo da EMLUR, protegido e parceiro de Coriolano, quem Renato Martins pensa que é? A hóstia consagrada? Madre Tereza de Calcutá?

É como dizem: quem disso cuida, disso usa e hipocrisia tem limite.