Fale Conosco

O médico Roberto Kalil Filho visitou neste domingo (30) o amigo e paciente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi diagnosticado ontem com um tumor na laringe, em sua casa em São Bernardo (SP).

Kalil Filho ficou no local por meia hora e afirmou que Lula está bem e tranquilo. “Ele está extremamente bem humorado e confiante e isso é fundamental para o sucesso de qualquer tratamento”, disse. “Marisa [mulher de Lula] é o braço forte e os dois estão tranquilos”, reiterou.

O médico disse ainda que Lula está acompanhado dos filhos e netos, mas não soube informar se ele recebeu outras visitas.

Kalil Filho falou com a imprensa a pedido de Lula, que afirmou querer total transparência. “Ele determinou aos médicos que fossem bem transparentes, Lula sabe o que foi diagnosticado, tudo foi bem discutido.”

O ex-presidente começa a quimioterapia amanhã, às 9h, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Os médicos optaram por esse tratamento para tentar preservar o órgão e descartaram uma cirurgia neste momento. Kalil Filho afirmou que não há risco de Lula perder a voz.

Além de um boletim, o médico Luiz Paulo Kowalski dará explicações amanhã sobre a doença à imprensa.

Lula passou o dia descansando em São Bernardo e seguindo a orientação médica de falar pouco.

O médico disse que o ex-presidente ainda está ainda um pouco rouco após os exames realizados ontem. “Em nenhum momento eu percebi que ele está temeroso a nada. Mas ele é um ser humano, claro que fica assustado.”

Segundo Kalil Filho, o resultado da biopsia demora alguns dias, e ela será feita também no exterior, como é praxe.

FUMO

O fumo pode ter sido a causa para o câncer, segundo afirmou ontem o oncologista Artur Katz. Hoje, Kalil Filho disse que Lula parou de fumar em janeiro de 2010.

Ex-fumante de cigarros, Lula gosta de cigarrilhas, hábito que dividia com o seu vice, José Alencar, morto em março deste ano, após lutar por mais de 15 anos contra um câncer.

Os dois também costumavam tomar “uns golos”, como dizia Alencar. O álcool é um fator de risco a mais para a evolução da doença. Mas também existem causas virais e não é possível ainda afirmar o que levou ao desenvolvimento do tumor de Lula.

Kalil Filho destacou que Lula tem histórico de câncer na família e que isso pode ter influenciado no desenvolvimento da doença.

O tumor na laringe tem cerca de 3 cm, segundo a Folha apurou com médicos do hospital.

Na quinta-feira (27), Lula comemorou seu aniversário de 66 anos no instituto que leva seu nome. Em uma pequena cerimônia com funcionários, na sede da organização, em São Paulo, o ex-presidente ganhou um bolo.

 

Com Folhaonline