Fale Conosco

A investigação sobre o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) pode desnudar sua relação com as milícias, diz editorial da Folha deste sábado. “É óbvio que ninguém deve ser condenado por antecipação, mas há fortes suspeitas de que se consumava no gabinete de Flávio a prática de contratar assessores com o intuito de recolher parte de seus vencimentos —fraude apelidada no meio político de ‘rachadinha’. Muito pior será se a quebra dos sigilos desnudar outras conexões. As especulações mais preocupantes referem-se ao envolvimento de representantes das milícias”, diz o texto.

“Colhido pela decisão judicial num momento em que o governo enfrenta uma miríade de dificuldades, Bolsonaro repete o bordão de seu filho acerca de um complô que teria por objetivo enfraquecê-lo. O que se constata, porém, é que nem a oposição tem contribuído tanto para o fracasso das iniciativas governamentais quanto o próprio círculo de amigos, apoiadores e parentes presidenciais.” Com informações: Brasil 247