Fale Conosco

Na perspectiva da reforma ministerial que a presidente Dilma Rousseff terá que fazer até o final deste mês devido à saída dos ministros para concorrer às eleições, aliados do Planalto já fazem as contas para, se possível, aumentar de tamanho no novo esboço da Esplanada. As substituições ministeriais devem ocorrer em pelo menos 10 pastas. Segundo matéria do Jornal Estado de São Paulo desta terça-feira (14) Dilma deve indicar o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) para o ministério da Integração Nacional.

De acordo com a matéria, Dilma deve aceitar a indicação do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) para ocupar a Integração Nacional, mas não quer saber de briga pelo espólio de Cidades. O atual ministro da pasta, Aguinaldo Ribeiro (PB), sairá da Esplanada porque vai concorrer à eleição para deputado federal, mas o PP continuará controlando a pasta – a única sob comando do partido.

“Haverá mais duas ou três rodadas de conversa com o PMDB sobre reforma ministerial”, afirmou o senador Valdir Raupp (RO), presidente do PMDB. “Não há pressão nem pressa.”

Atualmente, o PMDB controla cinco ministérios (Minas e Energia, Previdência, Turismo, Aviação Civil e Agricultura). Deve sair da reforma com seis. Confira a matéria na integra no link. http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,dilma-avisa-temer-que-ministerio-das-cidades-continua-com-pp-,1118172,0.htm

Redação