Fale Conosco

O conselheiro em exercício do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Antônio Cláudio Silva Santos, acolheu pedido do Ministério Público de Contas e emitiu uma medida cautelar para afastar a advogada Daniella Ronconi, esposa do prefeito interino Vitor Hugo, da Procuradoria-Geral de Cabedelo.

O conselheiro ainda pediu esclarecimentos sobre a matéria denunciada ao gestor, sob pena de aplicação de multa e demais cominações legais.

O Ministério Público havia alegado a prática de suposto nepotismo promovida pelo prefeito que assumiu recentemente o mandato.

À época da nomeação da esposa, Vitor Hugo justificou que a escolha foi com base na competência profissional da advogada. “No atual momento de insegurança jurídica vivido por Cabedelo, eu não poderia confiar a outra pessoa os destinos da minha cidade. Daniella é reconhecidamente uma das maiores advogadas de todo o Estado e claro, detém a minha total confiança. Ela nos dará total respaldo para realizar uma gestão correta e que atenda os anseios da população”, sustentou.

Em nota, o prefeito interino informou que atendeu a determinação do TCE e exonerou a esposa da Procuradoria. Ele disse ainda que o cargo ficará vago até o julgamento do mérito na Corte de Contas.