Fale Conosco

O ministro da educação, Abraham Weintraub, bateu boca no final da noite desta segunda-feira (22) com jovens em um restaurante no Pará. Weintraub ficou irritado após o grupo ironizar uma gafe cometida pelo ministro em uma audiência no Senado em maio – quando o gestor da pasta confundiu o sobrenome de um escritor e, ao invés de dizer Kafka, chamou de Kafta, que é uma iguaria árabe.

Os jovens paraenses foram à mesa onde o ministro estava com sua família e lhe entregaram uma porção de kafta. Logo em seguida, mostraram um cartaz contra o corte de verbas em universidades.

De maneira agressiva, Weintraub usou um microfone de músicos que se apresentavam em praça pública para criticar a ação dos jovens.

Durante a fala, o ministro relacionou uma série de assuntos desconexos, chamou um indígena de safado e bateu boca com os estudantes, que falaram sobre os cortes dos 30%, sobre a falta de diálogo do governo federal e sobre os equívocos da pasta. Confira o vídeo completo:

Da redação