ParaíbaPolítica

CMCG aprova pacote de maldade de Romero de forma ilegal, argumenta vereador Galego do Leite

O vereador de Campina Grande, Galego do Leite, disse que ao aprovar o projeto que regulamenta parcerias público-privada na Prefeitura, a Câmara Municipal deu um verdadeiro “cheque em branco ao prefeito”. Definindo a medida como “pacote de maldade do prefeito”, Galego argumenta que a iniciativa, apresentada pelos vereadores Alexandre do Sindicato e Pimentel Filho, foi aprovado de forma ilegal, devido o vício de iniciativa.

“A bancada governista se sujeita a dar um cheque em branco a administração municipal”, disse Galego sobre a proposta que abre possibilidade para o prefeito municipalizar e entregar a uma empresa privada, por exemplo, o serviço de distribuição de água e esgoto.

Na justificativa do projeto, os autores se limitaram a dizer que a proposta “é de extrema importância”. Veja o PL:

Tags: Tags: