Fale Conosco

Após alguns meses sem regularidade nas entregas de bolsas coletoras para os ostomizados no município de Patos, os profissionais do Centro Especializado em Reabilitação (CER) reuniu a associação dos ostomizados para comunicar a regularização na entrega destes artigos para o pessoal.

Segundo Rejane Batista do Setor de Dispensação de Órteses e Próteses do município, há cerca de oito meses que o pessoal que utilizam bolsas de colostomia não vinha recebendo suas demandas, devido ao processo de licitação que foi regularizado neste mês de julho. “para alguns isso é muito importante, pois são muitas pessoas carentes do município atendidas por Patos. Para compensar o período sem a regularidade, os usuários estão recebendo uma quantidade a mais para suprir o período perdido”.

Seu José Medeiros, comerciante, falou que a situação estava um caos, que passou muito tempo sem receber o material, citando que teve pessoas que usavam copo descartável por não ter condições de adquirir a bolsa. Para ele tudo isso era um absurdo e espera que agora não mais aconteça este descaso. Já Sebastião Flávio, filho de usuário avaliou como ótimo a providência de ter essas bolsas todos os meses, uma vez que passaram muito tempo sem ter as bolsas e ressalta, não pode faltar por ser uma questão de higiene, correndo o risco de infecção. 

Ostomia é um procedimento cirúrgico que consiste na abertura de um órgão oco como, por exemplo, algum trecho do tubo digestivo, do aparelho respiratório, urinário, ou outro qualquer, podendo ou manter uma comunicação com o meio externo, através de uma fístula, por onde se pode conectar um tubo de inspeção ou manutenção.

Em Patos a associação se reúne no prédio do CER, onde discutem suas necessidades e recebem orientações de psicólogos e assistentes sociais, na busca de uma melhor convivência com a real situação.

 

 

Fonte: Portal PMP