Fale Conosco

Quem diria que o rapaz latino americano Belchior um dia seria acusado de caloteiro, mas está sim.

Um hotel uruguaio da cidade de Artigas, perto da fronteira, acusa o cantor brasileiro Belchior de aplicar o calote correspondente a seis meses em diárias, e o caso foi parar na polícia.

A gerente do hotel, Maria da Rosa, informou que a dívida de Belchior soma mais de R$ 30 mil. Belchior e a mulher, Edna, se hospedaram no local em julho do ano passado.

Para a gerente, o casal disse que passaria apenas 15 dias, mas foi ficando, e até maio deste ano pagava o hotel semanalmente, sempre em dinheiro. Eles pararam de pagar as contas alegando que o dinheiro deles estava bloqueado no Brasil.

No começo de novembro, segundo Maria da Rosa, Belchior disse que iria pedir ajuda ao consulado brasileiro. Na segunda-feira passada ele saiu com a mulher do hotel e nunca mais voltou.

O policial uruguaio Hector de Los Santos explicou que, se for encontrado, Belchior não vai ser preso, porque o não pagamento de dívida não é crime no país.

Durante um ano e meio em que morou em Artigas, Belchior costumava passar a maior parte do tempo dentro do quarto 309. Ao deixar o hotel, o casal abandonou roupas, material de trabalho, malas, três quadros comprados no Uruguai e até o computador.

Cá pra nós, não precisava Belchior sair de fininho. Bastava cantar um trecho de sua música: ” Eu sou apenas um rapaz latino americano e sem dinheiro no banco…”