Fale Conosco

Tem gente que quando chega ao poder público arranca tudo que as facilidades de um cofre cheio pode bancar. O problema dessa turma é a ostentação e o jornalismo investigativo vai atrás e descobre onde o dinheiro público está sendo rasgado.

Em Cabedelo, por exemplo, o filho do prefeito Leto Viana, Felipe, esnoba 250 mil reais nos campeonatos de arrancadas, que acontecem ao arrepio da Lei e que muitas vezes causam acidentes. Os famosos pegas.

O pimpolho do prefeito de Cabedelo anda a bordo de um Camaro e, nem aí para o patrimônio caríssimo, arrisca tudo nos pegas da madrugada e nos tradicionais campeonatos de arrancadas, nunca flagrados pelas rondas ostensivas da Polícia.

Com dois discursos, um que fala em austeridade e crise para os servidores, contribuintes e fornecedores, e outro de la doce vita, o famoso tô nem aí, o prefeito Leto Viana é um desses gestores que precisam ter a vida acompanhada de muito perto pelo Ministério Público e pela PF.

Aliás, esse negócio  de arrancar tem tudo a ver com a Cidade Portuária, onde o ex-prefeito Luceninha foi arrancado do cargo a preço fixo e retiradas variáveis.

Pensando bem, arriscar 250 mil em pegas é coisa de quem arrancou uma grande botija ou tem participado de outras arrancadas.

EM TEMPO: se o amigo leitor souber de mais coisas arrancadas lá em Cabedelo, me conta que eu conto pra todo mundo.