Fale Conosco

O contravetor Carlinhos Cachoeira, em liberdade devido a um habeas corpus se casou no fim de ano com Andressa Mendonça e viajou em lua de mel para um resort de luxo na praia de Maraú, no litoral baiano. Segundo o advogado, Cachoeira não violou a lei.

Corrupção, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, entre outros, deram a Cachoeira 40 anos de prisão, mas, como ainda está em liberdade, ele aproveitou para passar momentos de amor e de lazer num resort de luxo na Bahia, “seguindo recomendações médicas”, de acordo com o seu advogado Nabor Bulhões.

Por ter recorrido da condenação e impetrado o Habeas Corpus, Cachoeira tem permissão para transitar dentro do território nacional, desde que comunique o deslocamento à Justiça, o que ele fez.

“Ele está se tratando do quadro depressivo agudo que o acometeu após a longa internação de nove meses (no ano passado no presídio da Papuda, em Brasília) longe do convívio familiar”, disse Nabor. Ainda disse que a comida péssima e o local horroroso agravaram o estado de saúde de seu cliente. “Não à toa, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse que preferia morrer a ficar num presídio medieval do Brasil”, completou, referindo-se a uma recente declaração de Cardozo.

Nabor disse que dias depois de ser solto, em dezembro, Cachoeira teve uma crise aguda de saúde, precisando ser internado. “No boletim, os médicos diagnosticaram quadro depressivo e debilidade física em razão da má alimentação, reclusão prolongada e privação do convívio familiar. Isso desencadeou um quadro de disfunção biofisiológica e psicológica. Os médicos, inclusive, recomendaram mais tempo de recuperação no hospital, mas ele preferiu voltar para casa.”

O advogado ainda alegou que a recomendação médica era que Cachoeira buscasse um local tranquilo, preferencialmente uma praia isolada para se recuperar das terríveis lembranças da sua passagem na prisão. E foi o que ele fez, ou pelo menos tentou, até ser encontrado pela imprensa, perdendo a privacidade. Ainda de acordo com o advogado, essas perseguições estão fazendo da vida de Cachoeira um inferno.

Sobre a boa aparência nas fotos, de pele bronzeada ao lado da sua jovem bela esposa, Nabor afirmou ter uma explicação: “Ele está em plena recuperação do trauma, ao lado da mulher e no convívio familiar. Agora o quadro é outro bem diferente daquele de depressão na prisão”.

Agora é esperar para ver se as férias de Cachoeira um dia acabarão de fato ou não.