Fale Conosco

O senador Wilson Santiago, do PMDB da Paraíba, esteve no início da noite desta terça-feira, 27, reunido com o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro, deputado federal licenciado do PMDB, para solicitar ao ministério ações em favor da cultura do sisal, que já se constituiu numa das principais pautas de comércio tanto no âmbito nacional quanto no internacional, conforme lembrou ao ministro o parlamentar paraibano.

O senador paraibano esteve acompanhado dos produtores de sisal, que reivindicam a correção do preço mínimo estabelecido para o sisal, de R$1,04 para R$1,2284, por quilo do produto. Além disto, querem a manutenção do prêmio que garante o preço de R$0,38 por quilo do sisal, ao invés dos R$0,23 estabelecidos no último dia 22.

Na opinião do senador paraibano, “a medida é importante para dar garantia ao produtor, especialmente num instante em que a cultura do sisal vive, não apenas na Paraíba, nas demais regiões produtoras do país, um momento de crise”. Santiago considera, no entanto, “a necessidade de um maior envolvimento dos órgãos governamentais no setor sisaleiro, um item de elevada importância na difícil economia pratica no semiárido brasileiro”.

Wilson Santiago avalia que a exposição feita no Ministério da Agricultura acabou sensibilizando o ministro Mendes Ribeiro que revelou o interesse do governo na retomada da produção sisaleira. “Mesmo com toda a crise, o Brasil se constitui no maior produtor mundial de sisal, com uma produção anual de 119 mil toneladas, com destaque para a Paraíba, a Bahia e o Rio Grande do Norte, o que ocorre debaixo das maiores dificuldades”, enfatizou Santiago.