Fale Conosco

O prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego (PMDB), reafirmou na tarde de hoje, em entrevista a Rádio Correio FM que seu partido terá candidato a prefeito da Rainha da Borborema em 2012, mas evitou adiantar um nome favorito.

Ao ser questionado sobre a necessidade de adiantar esta discussão, Veneziano disse não estar se privando do debate: “Eu te digo que nós não nos omitimos dela (eleição), tanto que fortalecemos a legenda, inclusive trazendo de volta velhos aliados, como a pessoa de José Luís Júnior e tantos outros”, disse. E completou: “Trouxemos inclusive a filiação de Tatiana Medeiros, consolando o PMDB. Teremos uma candidatura forte”, afirmou.

Apesar de citar os nomes, Veneziano deixou claro que não vai determinar o candidato da legenda, mas disse que esta escolha será consensual.

Sobre os elogios de José Maranhão ao ex-governador, Cássio Cunha Lima (PSDB), Veneziano disse que a atitude do peemedebista mostra sua grandeza. “Isso só demonstra a grandeza do governador, que sabe separar os desencontros políticos, daquilo que se refere a valores mais altos da política, que são o interesse do Estado”, avaliou.

Quanto a especulações de que PMDB e PSDB podem estar no mesmo palanque, Veneziano deu condições muito específicas para um acordo. “Lá em Campina, o grupo que administrou a cidade por 20 anos terá que reconhecer o que fizemos em 6 anos. Se eles reconhecerem o que fizemos pelo funcionalismo, por exemplo, pode ser até que pensemos em uma aliança, mas isto é algo improvável”, arrematou.

Vené aproveitou ainda para lembrar que PT e PSV terão candidatos e que isto é legítimo, mas destacou que se o PMDB não lançar um nome ficará enfraquecido.