Fale Conosco

A coluna Radar, da Veja online, traz uma crítica às obras da Transposição do Rio São Francisco, iniciadas nos governos Lula e Dilma e concluídas no governo Temer. A Transposição tinha tudo para ser “a” obra do governo federal dos últimos 10 anos, que iria levar água a milhões de nordestinos, mas foi vítima de esquemas de corrupção e desvios de recursos públicos, e se encontra parada por diversos problemas técnicos. Veja:

Pano de fundo da operação da Polícia Federal contra Fernando Bezerra nesta quinta-feira, a transposição do Rio São Francisco vaza como peneira.

Mal construída em pontos importantes, a obra tem dois reservatórios que simplesmente vazam e ameaçam romper quando estão cheios de água.

Desde que Jair Bolsonaro assumiu o Planalto, a turma do governo gasta uma grana pesada para reparar trechos com defeito. As obras ainda estão em andamento e, por causa disso, alguns trechos dos canais estão secos. O prejuízo é milionário. E ninguém está preso.

Da redação