Fale Conosco

O norte-americano tinha um canal, onde postava frequentemente vídeos mostrando detalhes sobre o seu cultivo. Após dar ‘dicas’ aos policiais nas gravações, ele foi preso.

A polícia de Aubum, no estado de Washington (EUA) prendeu um homem que tinha uma grande plantação de maconha em casa, após o início da investigação a partir de vídeos postados pelo próprio norte-americano no YouTube, no qual ele mostrava, de forma detalha, o cultivo da droga em sua casa. 

De acordo com o jornal “Union Leader”, Kyle Thomes Berry, de 40 anos, foi preso em sua casa. Na operação, a polícia encontrou diversas plantas de maconha que, se fossem vendidas, teriam um valor aproximado de R$ 32 mil.

A investigação começou após uma denúncia anônima de que um canal publicava materiais de como cultivar drogas. A partir dessa informação, a polícia passou a acompanhar o material enviado ao YouTube, que chegou a 35 vídeos. Apesar de não mostrar o rosto, Berry agiu com descuido algumas vezes, como quando, por exemplo, filmou uma encomenda que havia recebido, na qual constava seu nome.

No vídeo, o traficante conta que recebeu sementes de maconha vindas do Reino Unido, numa caixa marcada como “vídeo game”, e ainda zomba das autoridades ao dizer que a encomenda era “extremamente disfarçada”. O principal descuido de Berry foi quando em um dos vídeos, ele deixou que o seu reflexo aparecesse, permitindo que a polícia reunisse os dados pessoais do investigado, comparasse a imagem no vídeo com fotos da carteira de motorista do criminoso e com registros de outras prisões.

Berry está preso e foi acusado de posse e confecção de drogas e substâncias controladas com a intenção de distribuição. Sua fiança foi estipulada em R$ 15 mil.

 

Fonte: G1