Fale Conosco

O que parecia ser um casamento coletivo perfeito começa a virar pesadelo. A campanha que parecia ser azul de bolinhas brancas entrou em parafuso.

Falo dos desentendimentos que rondam a pré-candidatura de Cássio. E agora descobre-se que além da insatisfação de Cícero tem a de Nonato Bandeira e Agra.

Enquanto Cássio vai ao rádio dizer que o PSDB deve escolher entre lançar candidato a governador e senador, Nonato Bandeira vai aos sites dizer que Ruy Carneiro deve se candidatar a deputado estadual e Agra deve ser confirmado como o vice.

Se entendi bem, justamente quem mais lutou pelo rompimento de Cássio e RC está ameaçado de rebaixamento? Ruy e Cícero.

Cássio diz que para ser candidato a governador Cícero tem que abrir mão da candidatura ao Senado e sair a deputado federal; Nonato diz que Cássio tem que ser mais radical e que Ruy Carneiro deve ser candidato a deputado estadual e insinua que o PPS e PEN não ficarão satisfeitos com a rasteira no ex-prefeito de João Pessoa.

Achei que só Cícero iria sobrar na curva, mas agora vejo que tem mais gente vindo aí e o que parecia ser fácil e agregador, agora se revela difícil e desagregador.

Neste exato momento a cena tucana vive uma fase Torre de Babel, com cada um falando uma linguagem e ninguém se entende oo tá satisfeito.