Fale Conosco

Por 10 votos a 3, o plenário do Tribunal de Justiça decidiu nesta quarta-feira (23) não revogar a prisão do prefeito de Bayeux, Berg Lima.

Ele está preso desde o último dia 5 de julho, acusado de receber propina de um fornecedor da prefeitura.

No julgamento, a maioria acompanhou o voto divergente do desembargador Oswaldo Filho, que havia pedido vista dos autos na sessão passada.

Ao contrário do relator, o juiz convocado Marcos William, o desembargador Oswaldo Filho votou pela manutenção da prisão.

Com a decisão, Berg continuará preso no 5° Batalhão de Policia Militar, no bairro do Valentina.