Fale Conosco

A farra com o dinheiro público cresceu da esfera municipal para a esfera estadual dentro do Coletivo Girassol.  Fiquei estarrecido quando recebi a documentação que comprova a lambança que Ricardo Coutinho tem patrocinado na administração estadual.

A última vem da SUDEMA. A técnica Helena Telino Neves Godinho, esposa do professor Adriano Godinho, tirou férias de dois meses, antes mesmo de completar um ano que foi nomeada para assumir o cargo na Sudema e foi respirar ares lisboetas em Portugal, ao lado do esposo, em dezembro e janeiro passados.

De acordo com o Diário Oficial, Helena Telino foi nomeada em julho de 2011:

Ato Governamental n.º 3.986 João Pessoa, 28 de julho de 2011

O GOVERNADOR DO ESTADO DA PARAÍBA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 86, inciso XX, da Constituição do Estado, e de acordo com o art. 9º, inciso II, da Lei Complementar nº 58, de 30 de dezembro de 2003, e no Decreto nº 12.674, de 27 de setembro de 1988, R E S O L V E nomear HELENA TELINO NEVES GODINHO, para ocupar o cargo de provimento em comissão de Assessor Técnico, Símbolo CAS-5, da Superintendência de Administração do Meio Ambiente – SUDEMA

Mas, já em dezembro a Superintendente Tatiana Domiciano concedeu a regalia de férias prolongadas. De acordo com a lei estadual, um servidor só pode tirar férias de um mês após completar um ano de atividades prestadas.

A comprovação da ausência da técnica veio da página mantida pelo esposo de Helena no Facebook. Na página, o esposo publicou fotos ao lado de Helena no dia 26 de dezembro de 2011, com a legenda “No lendário café “A Brasileira”, localizado em Liboa, Portugal. As férias do casal terminou em janeiro.

Enquanto isso, a folha de pagamento estava contabilizando o depósito na conta de Helena.

Acredito que essa matéria nem precisa de comentário nosso. Só relembro o principal discurso de Ricardo Coutinho de que o estado não tem verba para melhorar segurança pública, saúde, etc, etc, etc.