Fale Conosco

Veneziano promete, Veneziano faz. Com se já não bastassem as adesões a pré-candidatura de Tatiana do PPL, do ex-vereador Paulo de Tarso, do PP, e Erico Feitosa, ex-candidato a prefeito e o homem que provocou o segundo turno em Campina, ainda sobrou oxigênio para o prefeito Veneziano anunciar, no finalzinho da Coletiva de hoje na ACI, a adesão de mais três partidos.

São eles o PHS, o PRB e, anotem aí, o PT do B de Fernando Carvalho, que foi sozinho apoiar a candidatura de Daniella, mas perdeu sua proporcional, agora toda atrelada a campanha de Tatiana, que papou mais 1 minuto para o seu guia.

O PRB tem emblematicamente dois nomes que merecem destaque: Paulinho da Caranguejo, ex-vereador cassista e ex-presidente da Câmara; Lula Cabral, ex-vereador já com um pé no venezianismo desde 2008.

No que se refere ao progressista Paulo de Tarso, que foi líder do PP e da oposição na Câmara de Campina, foi uma estocada pesada mo reduto dos Ribeiros, pois Paulo tem voto e conhece as bases de Enivaldo.

O que me surpreendeu mais ainda foi o discurso de Erico Feitosa, curto e grosso: “venho apoiar Tatiana não por obrigação partidária, mas porque ela merece e é a melhor candidata a prefeita de Campina”, definiu.

Quem achar que as articulações de bastidores de Veneziano param por aí, prepare-se: o arco de alianças, que já conta com oito partidos, poderá chegar a dez nos próximos dias.

No que se refere à coletiva de Daniella, foi apenas um tiro de festim, pois o PSDC também é comandado por Alcides, na verdade por sua esposa, e Fernando Carvalho foi, mas não levou o PT do B e seu tempo de guia.

Aliás, se brincar nem no guia aparece.

EM TEMPO: aguardem cenas do próximo capítulo, pois a sexta será incendiária.