Fale Conosco

Após assistir o vídeo com o prefeito de Sousa, Fábio Tyrone,visivelmente embriagado e preso pela Polícia do Ceará após bater em vários carros e distribuir bravatas semquqrer pagar, me fiz a seguinte pergunta: será quem o povo de Sousa jogou pedra na cruz?

Só tendo, pois a seqüência de gestores que elegeu de livre e espontânea vontade é um rosário de problemas que só perde em drama para a própria via crúcis vivida por Jesus Cristo.

Uma cidade que teve um Antônio Mariz como prefeito e que deu exemplo a toda Paraíba publicando os balancetes diários de despesas e receitas merecia um destino melhor.

Cozinho nada fez além daquele asfalto que Marcondes conseguiu com Sarney em troca de um voto no mandato de cinco anos para presidente.

João Estrela se elegeu como esperança, mas sua estrela nunca brilhou e pode até ser um bom advogado, mas político nunca será. Sousa regrediu com ele.

Salomão, que Deus o tenha, já se foi, mas deixou um legado muito ruim e com ele Sousa quase quebra. Foi um exímio criador de cortinas de fumaça para despistar i cais de sua gestão e desse descompasso quis municipalizar a água e quase matou todo mundo de sede.

Aí veio esse jovem na idade, mas velho nas práticas, e todos pensavam que Fábio Tyrone ia ajeitar Sousa, mas eis que ele é mistura do pior de todos que citei aqui.

Pra completar, foi preso embriagado, quis passar calote em dono de veículos que colidiu e desacatou a autoridade policial.

Diante das imagens de latinhas de cerveja dentro do seu carro, que exemplo pode oferecer? E pensar que esse rapaz foi apontado como consenso para dirigir o PTB.

Será que as contas da prefeitura não estão tão engarrafadas quanto à vida fora da lei que o prefeito leva? Como Sousa perde tempo prercioso com gestores desastrados.

Se eu fosse ele pedia desculpas e saia de fininho. Sousa merece respeito.

Em tempo: será que algum cigano enterrou uma cabeça de burro em frente a sede da Prefeitura?