Notícias

Sobre polítika com K, pikareta com K e os 100 dias de um governo que não sabe o que comemorar

Tento, mas não consigo decifrar os códigos cifrados sobre o que o governo vai anunciar de bom nesses 100 primeiros dias.

Com muito bom humor Gilvan Freire anunciou esta semana em um café da manhã lá no Mangái que a primeira obra do governo RC havia sido entregue não pelo próprio, mas pelo radialista Fabiano Gomes.

Referia-se ele a revista Polítika – assim mesmo escrita com K -, lançada naquele dia e de propriedade do diretor de jornalismo do Sistema Correio, que também está sob suspeita de ser sócio de uma das agências que vai vencer a licitação da Secom.

Se a revista é um “migué” ou não para arrecadar, se Fabiano é ou não um pikareta com K, só o tempo dirá. Mas, pelo menos Fabiano, aspirante a Chateubriand,  produziu alguma coisa.

Já o governo RC nada fez a não ser raiva a quase todos os segmentos da sociedade.

Me responda com sinceridade: o que temos para comemorar de positivo nesses 100 primeiros dias de governo RC? 

A revista de Fabiano?