Fale Conosco

Destoa do discurso republicano que faz para a platéia o tom cada vez mais agressivo dos recados que o governador Ricardo Coutinho tem enviado nos bastidores aos jornalistas que mantem uma posição de independência, como eu, através de seus moleques de recado.

Em qualquer sociedade o contraponto é necessário e toda unanimidade é burra. Na Paraíba, discordar do governador é considerado ofensa pessoal.

Dizer que a primeira dama estava em cárcere privado e que a babá do filho do casal viu caixas de dinheiro vivo na Granja é injúria, mas na coletiva após o pleito o governador aparecer sem a aliança e no dia seguinte a primeira dama ser anunciada como atração num reality show é verdade abafada, que aguardava acabar a eleição para ser contada.

Denunciar a máfia do lixo na gestão RC na prefeitura de João Pessoa foi calúnia, mas publicar o release do Tribunal de Justiça com a decisão contra o gestor da EMLUR, Alexandre Urquiza, condenado a cinco anos de prisão, é jornalismo.

O cidadão Ricardo Coutinho já deveria saber que ficar mandando recadinhos velados através de rabo de saia deslumbrado, ou de pistoleiros verbais, em nada mudará a nossa disposição de combater a corrupção e os desmandos de sua gestão.

Jamais serei boneco de ventríloquo, como ele gostaria que eu fosse e vivesse repetindo suas palavras, como repetiram essa semana a emergente deslumbrada e o pistoleiro verbal decadente, ambos com postagens no Facebook.

O papel deste blog é fiscalizar, denunciar, pedir providências e nós não arredaremos o pé desta condição de contraponto, goste o governador ou não.

Ricardo foi reeleito para governar e nosso blog foi reeleito para fiscalizar. Estamos interligados, cada um em sua missão.