Opinião Polêmica

Sobre a mobilidade dos ricardistas, o Urso de Catolé e a melancia do Brejo

Estou convencido que a melhor posição hoje na conjuntura política paraibana é ser ricardista. Eles conseguem a proeza de ser governo e oposição ao mesmo tempo; são estilingues e vidraça, violando a lei da fisica, que afirma que dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço.

É que na foto acima o coordenador do Orçamento Democrático Célio Alves desfila a cavalo com o deputado federal Gervásio Maia, sorridentes e confidebtes, desafiadores, enigmáticos.

A cena aconteceu numa cavalgada no último final de semana em Guarabira e botou centenas de pulgas atrás de muitas orelhas.

A pergunta que estão fazendo é: estaria o ex-governador Ricardo Coutinho controlando os dois polos políticos, governo e oposição, fechando todos os espaços e dando um drible da vaca na Operação Calvário e em todos que desejam que os escândalos em que o seu governo se meteu sejam apurados e os culpados punidos?

Ou ainda: estaria João Azevêdo alimentando cobras para lhe morder no próprio intramuros?

Vale a pena manter a irrigação dessa plantação de melancias?

Dércio Alcântara

Tags: Tags: