Fale Conosco

O Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e Borborema (Sintab) por meio de comunicado vem mais uma vez a público, desta vez anunciar um ato público ‘buzinaço’ que irá promover nesta quinta-feira (06.08.2020), às 09h30, em frente ao Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Campina Grande – Ipsem, contra o não cumprimento do reajuste da DATA-BASE das APOSENTADAS E APOSENTADOS DO MAGISTÉRIO da cidade. Eles cobraram o descompromisso legal e moral da gestão do prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues (PSD) com o restabelecimento do direito das aposentadas e aposentados do magistério do município, garantido pela legislação.

Segundo a aposentada Zilda, o prefeito de Campina Grande, não cumpre o reajuste da DATA-BASE das APOSENTADAS E APOSENTADOS DO MAGISTÉRIO de Campina Grande, mesmo existindo uma Lei Federal (11738/2008) que garante o direito anual de reajuste em janeiro, muitas aposentadas e muitos aposentados da categoria denunciaram que não receberam o devido reajuste até o momento. Ela pede a participação de toda a imprensa e sociedade no ato público a ser realizado amanhã às 09h30, em frente ao Ipsem, localizado na R. Maria Viêira César, 135 – Jardim Tavares, Campina Grande – PB. Segue a nota de repúdio do Sintab abaixo e no link: https://sintab.org.br/sintab-emite-note-de-repudio-contra-o-nao-cumprimento-da-data-base-das-aposentadas-e-aposentados-do-magisterio-de-campina-grande/

SINTAB NOTA

O Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e Borborema (Sintab) vem mais uma vez a público, desta vez para repudiar o não cumprimento do reajuste da DATA-BASE das APOSENTADAS E APOSENTADOS DO MAGISTÉRIO de Campina Grande.

Mesmo existindo uma Lei Federal (11738/2008) que garante o direito anual de reajuste em janeiro, muitas aposentadas e muitos aposentados da categoria denunciaram que não receberam o devido reajuste até o momento.

Diante de mais uma demonstração de descompromisso legal e moral da gestão municipal, o Sintab cobra da Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG), o restabelecimento do direito das aposentadas e aposentados do magistério do município, garantido pela legislação. Em tempo, a instituição informa que o setor jurídico já está preparando uma peça, para cobrar o cumprimento do reajuste na Justiça.

O piso nacional e a DATA-BASE foram garantidos por meio de muita luta, das trabalhadoras e trabalhadores do país, mas em Campina Grande, desde 2016 a categoria não tem DATA-BASE certa.

É revoltante e de causar indignação, que as PROFESSORAS E PROFESSORES APOSENTADOS(AS), depois de décadas ensinando e educando, sejam ignorados(as) e tratados(as) com indiferença e descaso pelo governo municipal. Reforçamos todo nosso repúdio a esse tipo de gestão.

O Sintab não vai parar de lutar, enquanto o direito à DATA-BASE das PROFESSORAS e PROFESSORES APOSENTADOS(AS) não for garantido. Para isso contamos com o apoio de toda população de Campina Grande, que reconhece o histórico serviço prestado por esses(as) educadores(as), hoje idosos(as) aposentados(as), mas com seus direitos negados.

Redação