Primeiras do dia

Sexta fase da operação Xeque Mate, afastamento de vereadores e reforma administrativa de João

A Polícia Federal na Paraíba, em conjunto com o GAECO e a Controladoria-Geral da União, deflagrou, na manhã desta quarta-feira (4), a sexta fase da Operação Xeque-Mate com o objetivo de angariar elementos de prova relacionados à possível venda dos mandatos de quatro vereadores (Benone Bernardo da Silva, Jonas Pequeno dos Santos, Janderson Bizerril de Brito e Josimar de Lima Silva) do município de Cabedelo, com recursos oriundos do superfaturamento do contrato de lixo da citada Prefeitura. Durante a ação, a Justiça determinou o afastamento dos quatro vereadores.

Após anunciar a saída do PSB e o racha com Ricardo Coutinho, o governador João Azevêdo confirmou que fará uma reforma administrativa na gestão estadual, mas disse que não há prazo para fazê-la. “As pessoas têm que estar no governo para contribuir, colaborar e ter responsabilidade com o povo da Paraíba. Se não tiver com esse foco, está fora do governo”, disse o governador.

Da redação

Tags: Tags: