Fale Conosco

O secretário da Segurança da Paraíba, Cláudio Lima, admitiu, nesta quinta-feira (28), que há falhas no setor. Segundo ele, é preciso que a polícia ocupe melhor os espaços que estão sendo deixados aberto para a atuação de bandidos. A sensação de insegurança e de crescente violência foi fortalecida na população paraibana após uma criança de 9 anos ter sido atingida por uma bala perdida no bairro do Rangel, em João Pessoa.

Segundo Cláudio Lima, a população tem razão quando cobra mais segurança. “A primeira situação para que se melhore um determinado evento é reconhecer que existem problemas. Mas, eu posso garantir que nunca se trabalhou tanto na Paraíba. Porém, nós temos um quadro de violência que é preciso entender melhor. A causa de sensação de insegurança, por exemplo, está mais relacionada ao crime contra o patrimônio que o homicídio”, falou o secretário durante entrevista à rádio Correio Sat.

Cláudio Lima relacionou os bairros que mais preocupam a segurança nesse momento, na Capital. “Mandacarú volta a preocupar, mas o sistema de segurança está empenhado. No bairro do Cristo precisamos ocupar melhor os espaços, a polícia deve estar mais presente. No Valentina há o problema do crack e isso fez com que se aumentasse a motivação de assaltos”, relacionou.

O secretário reconhece que é preciso melhorar a atuação da segurança. “Temos obrigação de melhorar essa situação. A gente conseguiu melhorar focando naquilo que é mais necessário, mas sabemos que alguns tipos de crime têm que estar num acompanhamento constante. A Zona Sul cresceu muito. Há dez anos não tínhamos uma expansão imobiliária como temos e isso piorou. Temos mais dificuldades e o batalhão é o mesmo. Sabemos que ainda não é suficiente, vamos aumentar ainda mais isso é um policiamento preventivo”, falou.

BG