Fale Conosco

O fato de Ricardo Coutinho ter sido eleito por uma diferença de mais de 150 mil votos para ser o governador da Paraíba não há em nenhum lugar da Constituição Estadual ou Federal artigos que lhe garanta passar por cima dos outros poderes constituídos.

E, convenhamos, Ricardo tem pisado na língua de todo mundo, atropelando gregos e troianos. O que me intriga é que apenas o presidente da Assembleia tem mantido a altivez. O desembargador presidente do TJ Abraham Lincoln é mais discreto e tímido.

Mesmo assim, Ricardo Marcelo não viu ainda a LDO publicada no Diário Oficial, como manda a Lei.

Não acredito que Gilberto Carneiro, Procurador Geral do Estado, esteja levando o governador a um confronto desnecessário. Humilhar servidores é uma coisa, achincalhar desembargadores, promotores, conselheiros e parlamentares é outra.

Essa empáfia só pode ter partido da arrogância de uma pessoa que se acha o papel higiênico perfumado da vida pública paraibana.

Sim, é da cuca do próprio governador essa estratégia de recalcular duodécimo, reter e até não publicar a Lei de Diretrizes Orçamentárias promulgada sem os vetos, por estes terem chegado fora do prazo regimental.

Aliás, há uma corrente que diz que Ricardo mandou que entregassem fora do prazo de propósito para testar o desembargador Abraham Lincoln, presidente do TJ, e Ricardo Marcelo, da AL, que neste guarda chuva também abrigam o MPE e o TCE, este último um órgão consultivo do Poder Legislativo.

Imbróglio instalado, aos poucos a independência dos poderes e a coragem dos representantes vem sendo testada com dissabores para o governador que de um lado viu Ricardo Marcelo seguir o regimento a risca e promulgar a LDO e o TJ mandar um recado ao indeferir um pedido de liminar do Governo mandando respeitar a autonomia da Defensoria Pública.

Afora o rastejo de alguns deputados acostumados a lamber botas de quem tem o poder da caneta e o comportamento desqualificado de alguns desembargadores, promotores e conselheiros que trocam a dignidade por contracheques para parentes, há sim gente de bem disposta a fazer valer a Constituição numa Paraíba fora da Lei.

Parabéns deputado Ricardo Marcelo, parabéns desembargador Abraham Lincoln!

Não deixem que transformem a Paraíba em um negócio particular.