Fale Conosco

No último sábado, 02 de agosto, no auditório da Fundação Flávio Ribeiro Coutinho aconteceu reunião de apresentação do Projeto Círculo do Coração que chega a Santa Rita para promover diagnóstico e tratamento de cardiopatas. O projeto é um paralelo de formação de profissionais e de assistência através da atenção básica de saúde, que é a primeira linha da ação, onde é realizada a triagem das crianças. Monitorando nascimento e diagnosticando doenças cardíacas com o auxílio de médicos especializados que acompanham hospitais à distância através da internet.

Estiveram presentes, Irmã Neuza, representando o Hospital Flávio Ribeiro Coutinho, o Secretário Gilvandro Anjos, representando a Saúde e a Educação do município, Socorro Menezes e Camila Soares, representando o Departamento de Atenção à Saúde Básica do município e Germano Costa, Secretário-Adjunto de Comunicação Institucional, representando a Comunicação do município. Além do Paulo Coelho Vieira, diretor de projetos do círculo do coração. Santa Rita entra no círculo que é composto por atendimentos nas cidades de: Itaporanga, Cajazeiras, Sousa, Catolé do Rocha, Pombal, Patos, Princesa Isabel, Monteiro, Esperança, Picuí, Guarabira e Itabaiana.

A caravana realizou 100 atendimentos na cidade. É a primeira vez que Santa Rita entra no ciclo e agora tem acesso à Telemedicina que conta com suporte de médicos e enfermeiras, 24 horas através de aplicativo na internet. “Os profissionais terão o auxílio necessário para o diagnóstico e tratamento, tudo através de um clique”, afirma Paulo Coelho. Os atendimentos na Paraíba são realizados no Hospital Arlinda Marques e para os casos mais complexos, os pacientes serão enviados para o Real Hospital Português, no Recife. O projeto conta com o apoio da universidade do Porto, em Portugal, e de outros centros de pesquisas em todo o mundo. 

O programa, pioneiro no país, é fruto de uma parceria entre a associação Círculo do Coração de Pernambuco e o Governo da Paraíba, por meio de convênio firmado com a Secretaria Estadual de Saúde, no dia 17 de outubro de 2011.  E já foram realizados mais de 60.000 mil atendimentos.