Fale Conosco

BOMBA. Após abortar a vaga para o PSB na Câmara dos Deputados,  o PSDB do senador Cássio Cunha Lima agora trabalha para rifar sigla de Ricardo Coutinho da chapa majoritária em Campina Grande.

Ao que parece, a dobradinha firmada em 2010 no âmbito estadual não tem muita força para emplacar em 2012, principalmente depois da falta de popularidade do Governo Socialista – ninguém quer se associar a uma gestão que só recebe críticas.

É pensando nisso que o Plano B do PSDB já está em ação, que é emplacar um outro membro do clã Cunha Lima na chapa majoritária de Romero, fazendo além de uma chapa puro sangue, uma chapa do mesmo sangue. Dessa vez quem desponta no páreo é o empresário Ronaldinho Cunha Lima e não mais os filhos do senador Cássio.

A estratégia é colocar na cabeça dos partidos aliados que a indicação de mais um tucano iria apaziguar as disputas entre os partidos aliados pela indicação da vice. O tucano está sendo tido, inclusive por alguns diretorianos da legenda como uma espécie de acordo supremo para por fim a toda e qualquer divergência.

Mas cá pra nós – esse argumento é somente para disfarçar a tentativa de rifar o PSB da disputa pela vice. Primeiro Romero tentou negociar para abrir a vaga na Câmara para o suplente do PSB, como um premio de compensação para o PSB desistir da vice e agora o partido de Cássio vem com a desculpa de que outro tucano seria a melhor maneira de acabar com o impasse em torno da vice. Pelo sim e pelo não o fato é que o partido de Cássio Cunha Lima está tentando se dissociar do governo socialista para não sofrer mais pedradas do que já vem sofrendo.