Fale Conosco

O governador Ricardo Coutinho (PSB) declarou nesta quarta-feira (18) que irá acatar a decisão do seu partido quanto ao apoio à presidência da república nas eleições deste ano.

“Presidente de honra não manda em nada, o presidente é Edvaldo [Rosas]. Agora uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa: reconhecer o papel de Lula para esse país, só não reconhece é mesquinho, obtuso, quem acha que política é dar um golpe tentar se livrar do adversário”, disse.

Mesmo com os reiterados elogios ao ex-presidente Lula (PT), Ricardo disse que a decisão e apoio cabe ao partido.

“Ricardo vai apoiar o que o partido decidir, só não apoiaria se fosse fora do campo que acredito. Fiz isso em 2014, vi que Aécio era um mal para esse país, fui para outro caminho. Não só existe Lula, existem pessoas com suas qualidades, defeitos. Não tem dono de campo, hegemonia. É preciso que a gente tenha mais generosidade”, definiu.