Notícias

Quem disso cuida, disso usa: ex-presidente Lula se alia a corrupto, mas muda discurso quando ‘leva punhalada’

Depois de todas as vergonhosas ligações feitas pelo Partido dos Trabalhadores país afora, a exemplo da união do ex-presidente Luis Inácio da Silva com o ex-prefeito de São Paulo, o pepista Paulo Maluf, agora Lula se vê no direito de achar alguma coisa ingrata por parte dos demais políticos que não andam sobre seus trilhos ou suas ordens.

Contrariando o ex-presidente Lula, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), aliado fiel do rei Ricardo Coutinho, na Paraíba, com vistas a conseguir apoio maciço em nosso estado, já que ele tem pretensões de concorrer à presidência da República em 2014, levou uns puxões de orelha do petista.

Segundo a revista Época, Lula ligou para um ministro pernambucano para conversar sobre as eleições no Recife. Lula afirmou que não foi surpreendido pelo fato de o governador, Eduardo Campos (PSB), lançar um candidato para disputar as eleições contra o petista Humberto Costa. Mas disse que não está satisfeito com essa decisão, que considerou um equívoco e uma demonstração de ingratidão com o governo do PT.

E o que o senhor Lula fez com o PMDB na Paraíba e em Campina Grande, também não é uma demonstração de ingratidão, já que o foi o PMDB, o partido que abraçou a causa dele e de sua sucessora? 

Se deseja ou almeja gratidão presidente, trabalhe em vias de mão dupla, caso contrário, o senhor não conseguirá mais nem convencer criança a chupar pirulito.