Fale Conosco

Blog de Gerson Camaroti

A decisão de José Genoino de assumir o mandato de deputado federal foi tomada em sintonia com o comando do PT e recebeu o aval do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Dirigentes do partido pesaram os pontos positivos e negativos. E o consenso foi que mesmo condenado pelo Supremo Tribunal Federal, o-dirigente petista deveria tomar posse para fazer o enfrentamento político.

“Seria muito pior se Genoino não assumisse o mandato. Seria um atestado de culpa”, observou ao Blog um integrante da Executiva Nacional do PT.

Apesar do forte desgaste político, a cúpula petista tentará usar o mandato do deputado como uma forma de politizar o julgamento do mensalão.

(Comentário meu: Assumir o mandato significará se autoconceder um testado de inocência? Genoino assumiu o mandato não só porque podia assumir, mas para marcar a posição do PT de inconformismo com a decisão do Supremo Tribunal Federal de condenar petistas mensaleiros.

Vejam bem: Lula e o PT passaram os últimos sete anos negando que o mensalão tivesse existido – existira apenas Caixa 2, dinheiro escondido da Justiça para financiar campanhas políticas. Vem o Supremo e diz que o mensalão existiu. E manda para a cadeia cabeças coroadas do PT.

Agora, Lula e o PT poderiam simplesmente dizer: “É, pensando melhor, diante das provas recolhidas pelo Supremo, somos obrigados a concluir que houve mensalão. E que fazem sentido as condenações de companheiros nossos”.

Política não tem lugar para pessoas decentes e bem-intencionadas – a não ser umas poucas. E quase sempre elas não vâo muito longe. Ou se tornam indecentes ou abandonam a política.)