Fale Conosco

 

Apesar de muitas críticas da oposição com a finalidade do programa, o Bolsa Família teve reajuste de até 45% para os benefícios pagos a famílias pobres. Como tinha prometido na campanha, Dilma Rousseff assinou o decreto nesta terça-feira (1º).

Isso representa R$ 2,1 bilhões a mais nas despesas com o programa. Com a correção anunciada por Dilma, o menor valor pago pelo programa passa de R$ 22 para R$ 32 e o maior, de R$ 200 para R$ 242.

Difícil é enxergar a efetiva erradicação da miséria, se na prática não há fiscalização por parte dos municípios. Existem diversas denuncias de irregularidades no uso do benefício, sem esquecer que para recebê-lo os filhos devem estar frequentando regularmente a sala de aula.

O que vemos é um “mói” de crianças na beira da estrada vendendo amendoim e castanha, enquanto isso, os marmanjos “tomam” o Bolsa Família em alguns goles de pinga. A fome e a miséria só aumentam na Paraíba.

Não seria o caso de investir esses recursos na educação integral das crianças e promover formação profissional para os adultos? Vamos pensar um pouco sobre isso.