Fale Conosco

Os estudantes do Lyceu Paraibano estão voltando as salas de aula hoje enquanto aguardam uma nova reunião com  Governo do Estado para decidir, definitivamente, se haverá novo processo eletivo.

Os professores e alunos estão voltando, mas disseram ao Secretário da Casa Civil, Walter Aguiar, que se os nomeados tomarem posse na Secretária da escola, eles paralisarão as aulas e voltarão às ruas para reivindicar o retorno do diretor Abraão Carvalho.

Uma professora desabafou dizendo que a perseguição se deve não ao processo eleitoral de dezembro, mas à organização e articulação dos professores em relação à greve da categoria. A escola estadual mais tradicional do Estado estava sempre bem organizada nos movimentos por melhores salários. Por isso, o Governo teria interesse em tirar o diretor e colocar outras pessoas no lugar.

Será que os professores não podem mais se organizar para reivindicar melhores condições de trabalho e melhores salários?