Fale Conosco

Outro dia encontrei com Antônio Arruda em um supermercado e ele fez algumas ponderações sobre o destino político do irmão, Avenzoar Arruda, o primeiro deputado federal eleito pelo PT.

Antônio é presidente do Sintep e já anunciou que os professores em março param dois dias em advertência, mas na conversa que tivemos o foco foi a estratégia do irmão, que saiu do PT para o PSOL e anda meio sumido.

“Ele deveria ter ficado no PT para combater Luís Couto, o grande causador desses rachas e que com suas vaidades atropela o crescimento da legenda”, me disse Antônio.

Relembrou performances importantes de Avenzoar, a exemplo do seu desprendimento quando deixou uma reeleição de deputado federal certa para ir para o sacrifício de ser candidato a governador seguindo orientação da Nacional do PT.

A candidatura própria de Avenzoar ganhou as ruas e mais de 200 mil paraibanos sufragaram o seu nome e deste ótimo resultado veio um antes impensável segundo turno com Roberto Paulino quase batendo Cássio.

Mas os confrontos internos com os grupos de Luiz Couto e Ricardo Coutinho enfraqueceram a liderança de Avenzoar, que acabou saindo do PT.

Aliás, alguém aí sabe por onde anda Avenzoar? Ta fazendo falta.