Fale Conosco

Os bombados não são tão bombados assim.

Isso mesmo!!!

Ontem, um servidor efetivo da Prefeitura de João Pessoa me contou com detalhes como funciona a famigerada Guarda Municipal, acusada de bater em camelôs e em qualquer pessoa que atrapalhe os planos dos governos socialistas.

Ele, que também é da Guarda Municipal, disse que desde o primeiro mandato de Ricardo Coutinho na prefeitura de João Pessoa que a Guarda Municipal é orientada para bater em camelôs.

Segundo disse, a ordem é retirar camelôs das ruas e se houve resistência partir para agressão e usar o poder de polícia da Guarda.

O funcionário, que obviamente não posso identificar, disse que teve que cumprir esse papel às vezes e fez isso por questão de sobrevivência. Ou batia, ou era punido pela prefeitura.

Sem muita opção, cumpriu seu serviço, mesmo tendo pena dos camelôs que apanhavam.

O funcionário disse mais.

Disse que a grande maioria dos integrantes da Guarda Municipal é serviço prestado.

Claro.

Para não encontrar resistência nos funcionários efetivos, a prefeitura enche a Guarda Municipal de prestadores de serviço com uma única missão ao serem contratados: bater em que atrapalha os planos do governo socialista.