Fale Conosco

A Prefeitura de Campina Grande e a gestora da Creche Vânia Figueiredo, Professora  Elielza Virginio Lins, desmentiram acusações infundadas do deputado federal Romero Rodrigues de que as placas que registram a inauguração e uma reforma realizadas pelos ex-prefeitos Ronaldo Cunha Lima e Cássio Cunha Lima na Creche Vânia Figueiredo, respectivamente, foram jogadas no lixo.

A Prefeitura classifica as acusações como levianas e de má fé, resultantes da total falta de discurso mais consistente que venham contribuir para um debate em alto nível sobre temáticas de importância, a exemplo da Educação. A gestora da creche, Elielza Virgínia Lins, explicou que as placas foram retiradas para a realização da obra, especialmente para melhoria no acabamento e pintura das paredes e que já foram recolocadas.

Ela disse que as placas não foram recolocadas pela construtora no dia da solenidade de entrega da unidade à comunidade apenas por falta de tempo, não havendo qualquer intencionalidade em descartar as mesmas. O que chama a atenção da Diretora é o fato de alguém ter simulado que as placas estavam no lixo e fotografado este fato com o objetivo único de criar um fato inverídico. 

A Prefeitura de Campina Grande explica que nunca foi prática desta administração danificar ou se desfazer de placas registrando ações de gestões anteriores em nenhuma das dezenas de Escolas e Creches que foram reformadas e ampliadas desde o ano de 2005.

O Secretário de Educação Professor Flávio Romero, destaca que tem sido uma prática recorrente nos seus discursos, inclusive, a citação pública de secretárias e secretários que passaram por gestões anteriores. Ressalta o professor que entende a Educação como política pública de Estado e não de Governo. Neste sentido, “não tenho nenhum motivo para fazer omissões a quem quer que seja”. Destacou, ainda, “quem conhece a minha trajetória profissional, sabe que eu jamais admitiria qualquer atitude que viesse no sentido de omitir ou descartar elementos que fazem parte da história da Rede Municipal de Educação”. 

Ainda se referindo ao fato, enfatiza o professor Flávio: “eu só lamento que o Deputado por falta de discurso e de propostas consistentes, seja impregnado por informações distorcidas, contribuindo para a criação de um factóide midiático de contorno extremamente mesquinho. Quero crer que o Deputado apenas tenha se equivocado ao não se certificar das informações distorcidas que a ele chegaram, inclusive por registro fotográfico forjado. Não posso acreditar que o factóide tenho surgido de uma “encomenda”, com o objetivo único de tirar o foco do que de verdade importa, ou seja, a grandiosidade da reforma e da ampliação que fizemos”. 

Asseverou, ainda, que “se houvesse intencionalidade da nossa gestão de omitir nomes de gestores anteriores, a Secretaria de Educação não tinha determinado a revitalização do nome da fachada da Creche que, inclusive, é infinitamente mais destacado do que qualquer placa em bronze”. Assim, fica clara a má fé e a leviandade da acusação do Deputado quando se demonstra que na reforma e ampliação da Creche, o nome em alto relevo registrando a construção da Creche pelo ex-prefeito Ronaldo Cunha Lima foi pintado em cor destacada daquela utilizada na fachada da unidade”. 

O Secretário de Educação de Campina Grande, Flávio Romero finaliza ” lamento que um momento tão especial para centenas de crianças e mães como foi a entrega da reforma e ampliação da Creche Vânia Figueiredo, carregado de emoções pelos depoimentos dos profissionais de educação que lá atuam, em consonância com o discurso da própria Diretora, seja apequenado por um factóide veiculado por um representante do povo que, a rigor, deveria se somar aos milhares de campinenses que reconhecem os esforços que temos empreendido para melhorar a infraestrutura de nossas Escolas e Creches. Esse é mais um exemplo do despreparo e de inconsistência dos que fazem oposição à nossa gestão”.