Fale Conosco

Desde o mês de novembro do último ano o Ministério Público da Paraíba aguarda que a Prefeitura Municipal de João Pessoa, na pessoa do prefeito Luciano Agra (PSB) envie informações sobre todos os servidores. Caso não cumpra a solicitação nos próximos dias, Prefeitura de João Pessoa poderá ser alvo de um Procedimento Investigatório Criminal. Os relatórios em questão deverão ser utilizados em levantamento para verificar se a prefeitura cumpriu a recomendação de exonerar os prestadores de serviço, feita no primeiro semestre do ano passado. Para o coordenador da Comissão de Combate à Improbidade Administrativa, promotor Carlos Romero, a Prefeitura de João Pessoa está tentando sonegar informações.