Paraíba

PMJP investe R$ 7,3 milhões em infraestrutura e reurbanização da Comunidade do S

Os moradores da Comunidade do S, no bairro do Róger, esperavam há mais de 30 anos por uma solução para a situação de vulnerabilidade social, de risco sanitário e de falta de infraestrutura em que viviam. Mas a partir da manhã desta quarta-feira (29), eles consideram que a realidade já mudou. Isso porque o prefeito Luciano Cartaxo assinou a ordem de serviço e vai investir R$ 7,3 milhões em um projeto de infraestrutura e urbanização da comunidade, construído em parceria com a população e atendendo suas necessidades para oferecer mais qualidade de vida, esporte, cultura e lazer. “É um sonho da nossa comunidade que já deixou de ser história pra ser realidade”, afirmou o líder comunitário, José Miguel Maranhão.

“Nossa gestão colocou como prioridade cuidar das pessoas, governar para todos, mas ter um carinho especial e olhar diferenciado para aquelas pessoas que mais precisam. Por isso, depois de passar pelo Timbó, Rua do Arame, Beira da Linha, Bairro São José e Saturnino de Brito, chegamos agora a mais uma comunidade onde moram 400 famílias, para fazer uma grande urbanização do local e oferecer a infraestrutura para que elas possam ter mais qualidade de vida. A realidade destas pessoas irá melhorar consideravelmente com esta transformação na comunidade”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

Através do projeto desenvolvido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) com recursos próprios e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) que somam R$ 7.300.981, a Comunidade do S receberá obras para a construção da rede de esgoto e de água (ainda inexistentes), drenagem, pavimentação de ruas, construção de ciclovias, praças, quadras de esportes e anfiteatro, espaço para comércio, galpão da Ala Ursa, caiçara dos pescadores (local para eles guardarem o material da pesca) e recuperação ambiental.

O líder comunitário, José Miguel, destacou que desde 2013, ao assumir a gestão, a Prefeitura tem se tornado mais presente na comunidade, através do Orçamento Participativo (OP) e de outras secretarias, dialogando com os moradores para chegar ao projeto que agora passa a ser executado. “Esperávamos há muito tempo por obras na nossa comunidade e por isso já consideramos que esse sonho está realizado, porque finalmente vemos obras começando. A Prefeitura teve o cuidado de conversar com a gente e acatar nossas sugestões para tirar este projeto do papel”, declarou.

Tags: Tags: