Fale Conosco

O escândalo do “bolsolão”, no qual Jair Bolsonaro teria destinado R$ 3 bilhões do orçamento da União para cooptar apoio de parlamentares, no Congresso Nacional, sem oficialização é, segundo o deputado federal paraibano Frei Anastácio, mais um motivo para a abertura de processo de impeachment contra o presidente.

“Essa denúncia feita por toda mídia é muito séria. É mais um motivo de impeachment”, declarou o parlamentar.

O deputado aponta ainda para uma controvérsia de Bolsonaro, que constantemente afirma que o país está “quebrado” quando o assunto é o auxílio emergencial mas para assuntos de seu interesse, o dinheiro aparece.

“Quando se trata de conceder o auxílio emergencial de R$ 600 para quem precisa matar a fome, Bolsonaro diz que não tem dinheiro. Mas, para “comprar” apoio ele consegue bilhões. Isso é corrupção descarada com o dinheiro público”, disse.

Frei Anastácio conclui seu raciocínio alegando que o presidente esconde dinheiro que deveria ser usado para o bem do povo, além de sempre ironizar a pandemia que matou milhares de brasileiros.

“Ele esconde bilhões para comprar apoio de parlamentares, se recusou a comprar vacina, não aplica o orçamento destinado ao combate da pandemia, indica remédios não indicados para tratamento da Covid, promove aglomeração e ainda zomba das pessoas que morrem sufocadas pela falta de oxigênio. Todo brasileiro sabe que ele é o culpado pela grande maioria das mais de 420 mil mortes pela Covid-19. Portanto, não faltam motivos para o impeachment dele”, completou.