Fale Conosco

O prefeito do município de Camalaú, no Cariri da Paraíba, Alecsandro Bezerra dos Santos, conhecido como Sandro Môco (PSDB) foi afastado mais uma vez por decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB). A medida vale por 180 dias e foi proferida pelo desembargador Arnóbio Alves Teodósio, no último dia 09 de fevereiro.

Alecsandro foi afastado a primeira vez em agosto de 2020, quando foi deflagrada a Operação Rent a Car, que apura a ocorrência de crimes de falsidade documental, fraude a licitação e desvio de recursos públicos na Prefeitura do Município de Camalaú. O alvo da investigação seriam os processos de licitação de veículos e a compra de uma caminhonete 0 Km junto a uma concessionária em Caruaru, em março de 2017, pelo valor de R$ 165.000,00. Destes, R$ 110.000,00 foram pagos por meio de transferência bancária de conta titularizada pelo prefeito.

Em contrapartida, o município de Camalaú já havia pago, pelo menos, R$ 140.902,00 pelos contratos de locação. Ainda de acordo com o MPPB, a pick-up era vinculada ao gabinete do prefeito. Assim, o gestor fazia gozo de seu veículo, enquanto que o Município de Camalaú arcava com os custos da locação. Os contratos fraudulentos, segundo as investigações, provocaram um prejuízo ao erário no valor de R$ 314.690,62.