Fale Conosco

Acontece exatamente agora com o senador Vitalzinho o mesmo que aconteceu recentemente com o prefeito Veneziano. Ambos sofreram devassas na vida pública e privada, mas até agora nada foi encontrado que os desabonassem.

Dizer que Vitalzinho abriga fantasmas em seu gabinete foi o máximo que os abelhudos conseguiram produzir.

Só que não engrenou, pois estão todos vivos e agora constataram que o senador só gastou pouco mais de 40 mil reais com publicidade nos últimos 12 meses, menos de 3 mil reais mensais, o que, convenhamos, é muito pouco.

Não encontraram no gabinete do presidente da CPMI do Cachoeira nada a não ser o que todos os parlamentares do Congresso fazem, que é empregar pessoas por indicação política ou um receber para repassar para outros. Quem nunca agiu assim que atire a primeira pedra…

Ninguém disse que Vitalzinho recebeu propina, nenhum veículo encontrou falcatruas que maculem sua vida pública.

A única coisa que conseguiram foi dizer que tem filha de beltrano, mãe de sicrano ou esposa de outro na folha.

Pode até ser questionável, mas é normal dentro dos padrões da política brasileira e todos fazem. É o estabilishment. E Vitalzinho nunca disse que era uma Madre Tereza de Calcutá ou um Mahatma Gandhi, apesar de ter sido o Super Vitalzinho em sua estratégia midiática de campanha, com direito a bonequinho voador e tudo.

No máximo chegaram à conclusão que Vitalzinho é de carne e osso, mas ninguém disse ou provou que ele não tem idoneidade para comandar uma CPI.