Fale Conosco

1. Dados do Ministério da Saúde mostram que até o momento, nenhuma cidade da Paraíba aderiu à campanha do Ministério de Saúde, ‘Saúde na Hora’, para que municípios ampliem horário de funcionamento das Unidades de Saúde da Família (USF). O projeto garante que as cidades receberão mais recursos do Governo Federal. De acordo com o órgão federal, a Paraíba possui 1.583 USF em funcionamento, sendo destas, 32 consideradas aptas para participar do programa.

 

2. O Fortaleza do Ceará venceu o Botafogo da Paraíba na grande final da Copa do Nordeste, em partida no Estádio Almeidão, na noite desta quarta-feira (29), em João Pessoa. O time tricolor derrotou o alvinegro em casa por 1 x 0, com gol de Wellington Paulista aos primeiros minutos da partida.

3. Foi publicado na edição desta quinta-feira (30) do Diário Oficial da União (DOU) o edital em versão resumida do concurso público para preenchimento de 86 vagas de níveis médio, técnico e superior da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). De acordo com o documento, as inscrições serão abertas no próximo dia 1º de julho. Ainda nesta quinta-feira, deverá ser lançado o edital com todas as informações no site da Comissão de Processos Vestibulares (Comprov), banca responsável pela organização do certame.

4. O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, disse que o Congresso Nacional precisa aprovar, em até 15 dias, um crédito suplmentar de R$ 248 bilhões para garantir o pagamento de programas sociais. A partir de 20 de junho, já faltará dinheiro, segundo o Ministério da Cidadania, para pagar aos 2 milhões de idosos pobres do BPC (Benefício da Prestação Continuada). Deficientes pobres, que somam outros 2,5 milhões de beneficiados pelo programa, seriam afetados a partir de julho.

5. A Câmara aprovou, nesta quinta-feira (30), a medida provisória (MP) que cria um pente-fino nos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A equipe econômica espera economizar R$ 9,8 bilhões neste ano ao estabelecer regras mais rígidas para ter direito ao auxílio-reclusão, benefício pago ao dependente de presidiário, e com os programas de combate a fraudes na Previdência Social. Em sua conta no twitter, o presidente Jair Bolsonaro comemorou a aprovação do texto quase uma hora antes do fim da votação.

 

Da redação