Fale Conosco

Duas polêmicas estão em tramitação no Congresso Nacional:
O Brasil deve quebrar patentes das vacinas?
Empresas podem ser autorizadas a comprar doses e furar a fila do SUS?
Na Paraíba, uma faculdade que tentou fazer a aquisição foi desautorizada por decisão judicial.
Mas, esta semana, a Câmara Federal disse sim aos fura-filas endinheirados.
O projeto segue agora para o Senado em meio a protestos, entre os quais o do governador João Azevedo, que vê equívoco desastroso em permitir que grandes conglomerados tenham acesso aos estoques – já limitados – de vacinas, quebrando as regras dos grupos prioritários.
João está certo.
O SUS tem expertise em imunização. E poderia vacinar todos os brasileiros em tempo recorde.
O que falta, portanto, não é logística.
E sim vacinas!
Com os ricos levando pra casa suas doses, a espera na fila do SUS tende a aumentar.
Especialmente porque o governo Bolsonaro, que deixou de comprar as vacinas quando elas foram oferecidas em quantidade, está comprando o lobby dos laboratórios para impedir a quebra de patentes.
Entre o dinheiro e a vida, o governo já fez sua opção.
Enquanto isso, o Brasil se transforma em epicentro mundial da catástrofe, com estoques de vacinas, oxigênio e medicamentos em baixa e sem insumos para seguir produzindo novas doses.
Nunca o salve-se quem puder fez tanto sentido no Brasil!

Assista: