ParaíbaPolítica

Nonato projeta quatro cadeiras para PPS na ALPB, duas na Câmara e encerra caso Pedro Cunha Lima: “Matéria vencida, assunto superado”

Após as declarações do deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) sinalizando que desistiu de tentar ingressar nos quadros do PPS na Paraíba, o chefe de gabinete do Governo Ricardo Coutinho, Nonato Bandeira, que dirige a sigla no Estado, evitou polemizar o assunto e colocou uma pedra nas especulações.

Segundo ele, o ingresso do tucano na legenda e as possíveis mudanças no comando da agremiação na Paraíba são matérias vencidas e superadas.

“Prefiro não comentar sobre esse assunto. Como eu disse semana passada: é matéria vencida. Assunto superado”, arrematou, em entrevista ao portal PB Agora, na tarde desta quarta-feira (28).

Na Paraíba, o partido é da base do governador Ricardo Coutinho (PSB) e, segundo Nonato, permanecerá assim, independentemente do ingresso de novos filiados.

PROJEÇÕES PARA AS ELEIÇÕES

Para as eleições deste ano o partido deve lançar, conforme Nonato, pelo menos 21 candidatos a deputado estadual e quatro para a disputa federal.

A expectativa é eleger de quatro a seis deputados na ALPB e dois na Câmara Federal.

“Vamos fazer uma coligação com os pequenos partidos da base de apoio do candidato João Azevedo. Essa coligação deve eleger de 4 a 6 deputados para a ALPB e dois Federais”, arrematou.

Fonte:PBAgora

 

Tags: Tags: