Fale Conosco

Apesar da multa gravíssima (R$ 293,47), e com penalidade de sete pontos na carteira, muita gente ainda se arrisca e coloca os outros em risco para usar o telefone no trânsito. De janeiro a junho deste ano, 2.061 condutores de veículos foram flagrados e multados pela Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) dirigindo o carro utilizando o celular, dirigindo com o celular na mão, ou dirigindo com fones nos ouvidos.

É bom lembrar que no sinal fechado o motorista também pode ser multado se estiver utilizando o aparelho celular. Os acidentes, de acordo com informações da Semob, matam e causam sequelas. Mas mesmo assim, vem aumentando em todo o país o número de acidentes simplesmente porque as pessoas usam o celular para passar mensagens pelo Whatsapp enquanto dirigem. Um total desrespeito ao Código de Trânsito.

No ano passado, de janeiro a dezembro, foram flagrados e multados no trânsito da capital paraibana 6.329 condutores de veículos utilizando o celular enquanto dirigiam. Digitar mensagem de texto ao volante aumenta em 23 vezes o risco de acidente. Quem faz uma simples chamada fica quase seis vezes mais exposto a acidentes, conforme aponta estudos do Departamento de Transportes do Brasil.

Uma pessoa que manda mensagem de voz enquanto dirige corre risco total de acidente e pode matar outra pessoa. Tem gente que acha que dá pra dividir a atenção entre o trânsito e os aplicativos de mensagens.

Para os educadores de trânsito, o problema é que a pessoa distraída com o celular acaba se desconectando do que acontece ao seu redor. Ao manusear o celular, o motorista desvia a atenção do trânsito e seu foco muda totalmente. O problema é que em meio às inúmeras ações que podem ser feitas com o telefone ao volante, o resultado pode ser fatal. A recomendação da Semob-JP é que as pessoas que dirigem tomem consciência e zelem por suas vidas e pela vida do próximo.

 

Fonte: PBAgora