Campina Grande

MPF pede perda de mandato de vereador Renan Maracajá, acusado de comandar desvio da merenda

Apesar de ter conseguido a liberdade provisória, o vereador Renan Maracajá tem mil motivos para se preocupar. Acusado de comandar esquema de fraude na merenda de Campina Grande, o Ministério Público Federal apresentou nesta quinta-feira (21) as alegações finais no processo da ‘Operação Famintos’ e pediu a perda do mandato do parlamentar caso ele seja condenado a uma pena superior a quatro anos de prisão.

No mesmo pedido, o órgão requer ainda a condenação dos 16 denunciados na operação. O advogado do vereador, Rodrigo Lima, reafirmou a inocência de Renan Maracajá e disse que, assim como o MPF, também apresentará as alegações finais da defesa do parlamentar para a Justiça.

Da redação

Tags: Tags: