Fale Conosco

O líder da oposição na Câmara Municipal de João Pessoa, vereador Fernando Milanez (PMDB), critica a postura do deputado Gervásio Filho de tentar colocar em xeque a imagem, credibilidade e honra do ex-governador José Maranhão na condução do partido em alguns municípios paraibanos. Ele afirma que Maranhão é uma pessoa de bem, um homem público honesto e uma liderança política que, ao longo dos seus 52 anos de trajetória, não tem, em seu currículo, uma mancha ou um fato que desabone sua vida pessoal.

Fernando Milanez ressalta que a família peemedebista, os amigos e toda a população paraibana não aceitam que o ex-governador, um político sério, justo e trabalhador, tenha seu nome envolvido em suposto caso de falsificação de ata para, juntamente com a Direção Estadual do partido, favorecer dirigentes no município de São Bento. “Isso é um absurdo, uma acusação infame. O ex-governador merece todo o nosso respeito pelo legado, postura correta e idoneidade”, acrescenta.

Segundo o vereador, Gervásio Filho não pode, não tem o direito nem deve colocar o PMDB e seu grande líder na Paraíba (José Maranhão) no patamar de partidos e dirigentes que foram acusados e denunciados, bem pouco tempo, de fraudar atas para prejudicar ex-filiados da própria legenda. “Tenho muita consideração e respeito pelo deputado Gervásio, mas acho que esse era um assunto para ser avaliado internamente no partido e não publicamente. Esse tipo de acusação e tentativa de enfraquecer o PMDB só beneficia os nossos inimigos políticos, nossos adversários”, alerta.

Milanez não tem dúvidas de que o pai e o avó do deputado, Gervásio Maia e João Agripino, se estivessem vivos, jamais aceitariam que o filho e neto adotasse esse tipo de atitude e tentasse denegrir a imagem de um homem correto e honrado, como José Maranhão. O líder da oposição está convocando, inclusive, todos os deputados estaduais, federais, senadores, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças peemedebistas a prestarem solidariedade à Maranhão.

Ele deixa claro, entretanto, que as acusações de Gervásio devem ser apuradas para que tudo fique esclarecido. “Gervásinho já foi líder da bancada do Governador, quando Maranhão era governador, foi líder da oposição ao Governo Cássio, ia ser presidente da CPI do Outdoor, foi um dos mais beneficiados na administração estadual passada e agora vem com essa história de suposta fraude em ata no município de São Bento. É muito estranho”, conclui.