Fale Conosco

O Ministério Público da Paraíba apontou diversas irregularidades na gestão do Fundo de Saúde de Cacimba de Dentro entre 2016 e 2018, sob responsabilidade da ex-secretária Rayanne Costa. De acordo com o MP, o município omitiu notas fiscais em mais de R$ 340 mil, deixou de recolher contribuições previdenciárias no valor de R$ 227 mil e, ainda, adquiriu mais de R$ 3 mil em luvas vencidas.

Rayanne Costa Sousa Henrique é formada em Odontologia pela Unipê, casada com o atual vereador Pollyanno Henrique e irmã da primeira dama Fernanda Costa. Além de pagar multa pela irregularidades, o prefeito Nelinho pode ter as contras da gestão reprovadas pelo TCE.

Veja todas as irregularidades apontadas pelo MP:

  1. Aquisição de luvas vencidas, no valor de R$3,3 mil reais;
  2. Notas fiscais com omissão de lote, no valor de R$342 mil reais;
  3. Notas fiscais com erro de preenchimento, no valor de R$6 mil reais;
  4. Falta de recolhimentos das contribuições previdenciárias, no valor de R$227 mil reais;
  5. Pagamento de multas e juros pelo não repasse das contribuições previdências dos servidores, no valor de R$3.800 reais;

São, no total, prejuízos ao Fundo Municipal de Saúde no valor de 581 mil reais (mais de meio milhão de reais).