Fale Conosco

O clima esquentou no debate realizado ontem com os candidatos à Prefeitura de João Pessoa, Wallber Virgolino e João Almeida. O vereador, que já vinha chamando Virgolino de mentiroso e o acusando de gastar verba da Assembleia Legislativa da Paraíba com cachaça, aproveitou o momento para trazer todas essas acusações a público. Os microfones dos candidatos tiveram que ser desligados por alguns instantes até que a situação fosse contornada pelos apresentadores do debate.

A confusão começou quando João Almeida afirmou que Wallber Virgolino teria passado um período da pandemia ”tomando cachaça em Bananeiras”. De acordo com o candidato, Virgolino teria usado o dinheiro de verbas indenizatórias da Assembleia Legislativa da Paraíba para comprar bebida alcoólica, enquanto a Assembleia estava fechada devido à pandemia de covid-19. Confira:

Assim que teve direito de fala, Virgolino não negou a acusação, mas rebateu e disse que ”enquanto eu estava em Bananeiras, o senhor embarcava para Fernando de Noronha e não era com a sua mulher. Eu sou um homem de família, estava em Bananeiras com a minha mulher”, disse ele.

Nesse momento, o candidato João Almeida se exaltou e queria ter direito de resposta. Os apresentadores orientaram os candidatos a não baixar o nível do debate e informaram que as assessorias poderiam solicitar direito de resposta se julgassem necessário. Veja: